Sábado, 18 de Novembro de 2017 -
APAM SANTO ANTÔNIO

Plano de Manejo visa proteger recursos ambientais nos distritos de Ipoema e Senhora do Carmo

19/05/2017 10h37
Mariana Reis
MARIANA REIS/DEFATO
Plano de Manejo de Santo Antônio foi apresentado pela bióloga Patrícia Reis
Galeria de fotos
Bióloga Patrícia Reis

O Plano de Manejo da Área de Proteção Ambiental Municipal Santo Antônio (APAM Santo Antônio) está finalizado e foi apresentado na tarde dessa quinta-feira, 18 de maio, durante reunião do Conselho Municipal de Meio Ambiente (Codema). O encontro aconteceu no auditório da Mata do Intelecto, em Itabira.

Apresentado pela bióloga e coordenadora do núcleo de meio ambiente e áreas protegidas do Instituto Brasileiro de Desenvolvimento e Sustentabilidade (IABS), Patrícia Reis, o plano visa promover a harmonia entre atividades humanas e a conservação dos recursos naturais e contribuir para o ordenamento territorial. Além de proteger os ecossistemas aquáticos e a qualidade dos recursos hídricos, em especial a Bacia do Rio Tanque.

Agora, após ajustes, o Plano será encaminhado para a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, que ficará responsável pelas ações e medidas. Patrícia Reis espera que o Plano seja implantado rapidamente. “Deixar de ser apenas um decreto de criação e realmente fazer diferença para o território”, salientou a bióloga.

O superintendente de Desenvolvimento Sustentável da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente, Renato Almeida, contou que a verba para o Plano de Manejo foi proveniente do Ministério Público. O documento custou cerca de R$ 236 mil. Segundo Renato, os setores agora trabalham na criação do Plano para a Microbacia do Piracicaba. “Temos duas grandes microbacias em Itabira: Santo Antônio e Piracicaba. Estamos na fase de captação de recurso para a Piracicaba”, disse.


APAM Santo Antônio engloba Itabira, Senhora do Carmo, Ipoema e vários povoados 

A área

A Área de Proteção Ambiental Municipal Santo Antônio (APAM Santo Antônio) é uma Unidade de Conservação (UC) de Uso Sustentável criada em 2004 pelo Decreto Municipal nº 2.543, de 23 de setembro, no qual seus limites, seus objetivos, suas restrições de uso e zoneamento são definidos. Possui superfície de 62.974 ha e situa-se na faixa oeste do município de Itabira, correspondente à bacia hidrográfica do rio do Tanque.

Cerca de 60% da área do município de Itabira é abrangida pela APAM Santo Antônio, estando localizados entre os distritos de Senhora do Carmo e Ipoema, além de várias comunidades rurais.

Elaboração

O trabalho foi longo e incluiu levantamento de dados secundários, dados primários em campo, várias oficinas participativas e plano de manejo. Depois de todo esse levantamento, foi elaborado um diagnóstico da área para tratar e fazer um planejamento estratégico, ou seja, ações de orientação para que essa área seja manejada daqui para frente.

A revisão do Plano de Manejo foi realizado pelo Instituto Brasileiro de Desenvolvimento e Sustentabilidade (IABS), em parceria com o Ministério Público do Estado de Minas Gerais (MPMG), com recursos oriundos de Termos de Ajustamento de Conduta (TAC) firmados entre o MPMG e o empreendimento Anglo American Minério de Ferro Brasil S.A.

A Secretaria de Meio Ambiente da Prefeitura Municipal de Itabira, por intermédio de sua Diretoria de Unidades de Conservação, foi parceira institucional.

Plano de Manejo

O Plano de Manejo significa elaborar e compreender o conjunto de ações necessárias para a gestão e uso sustentável dos recursos naturais em qualquer atividade no interior de uma área e em seu entorno de modo a conciliar, de maneira adequada e em espaços apropriados, os diferentes tipos de usos com a conservação da biodiversidade.

Se você não tem Facebook, utlize o formulário abaixo para comentar.
Você pode ser o primeiro a comentar.
Novo comentário
Sou cadastrado
Não sou cadastrado
Comentário
Leia mais em: Cidade
Mais
Emprego